quarta-feira, 6 de maio de 2009

O Vagalume e os sapos









O Vagalume e o sapo
Entre o gramado do campo Modesto,
em paz se escondia Pequeno pirilampo que,
sem o saber, luzia.
Feio sapo repelente .
Sai do córrego lodoso,
Cospe a baba de repente
Sobre o insecto luminoso.
Pergunta-lhe o vagalume:-
"Porque me vens maltratar?"
E o sapo com azedume:-
"Porque estás sempre a brilhar!"
João Ribeiro (1860-1934)


O vagalume quase caiu das asas quando ouviu isso.
E pensou:
- É isso mesmo que acontece também com os humanos.
Certas criaturas não podem ver as outras brilharem , terem sucesso, que ficam possuídos de uma inveja destruidora.
E ele voou para bem longe dali, indo brilhar em outro lugar.





Depois de ter passado uma semana muito feliz, chego em casa e deparo-me com um problema muito sério.
Uma pessoa que ja fez parte da minha familia um dia e que foi banido pelos próprios pais, resolveu que a minha luz o estava ofuscando e como todo sapo, resolveu lançar sua baba nojenta sobre a paz e a felicidade da minha familia.
Mas, tenho certeza a justiça será feita e essa familia de sapos, continuara na lama que eles mesmos criaram, com as mentiras e as falsificações.
Quem nasce sapo nunca chegará a ser um vagalume.

8 comentários:

M@ disse...

As amizades são como flores,
se a gente não regar elas morrem...
´´´´´´´´´´´´´´´´øøøø
´´´´´´´´´´´´´øøø´´´´øøø
´´´´´´´øøøøø´øø´´´´´´´øø´´´øøø
´´´´´øø´´´´´øø´´´´´´´´´ø´øø´´´øø
´´´´øø´´´´´´´øø´´´´´´´øø´´´´´´´´øø
´´´øø´´´´´´´´´ø´´´´´´´ø´´´´´´´´´´øø
´´´øø´´´´´´´´´´´´´´´´´ø´´´´´´´´´´øø
´´´´øø´´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶´´´´´´´´´´´øø
´´øøøøøøø´´´¶¶¶¶´´¶¶¶¶´´¶¶¶´´øøøøøøø
øø´´´´´´´´´¶¶¶´´´´¶¶¶¶´´¶¶¶´´´´´´´´øø
øø´´´´´´´¶¶¶¶´´´´´¶¶¶¶´´´´´´´´´´´´´´øø
øø´´´´´´´¶¶¶¶´´´´´¶¶¶¶´´¶¶¶´´´´´´´´´øø
øø´´´´´´´¶¶¶¶´´´´´¶¶¶´´´¶¶¶´´´´´´´´´øø
øø´´´´´´´¶¶¶¶´´´´¶¶¶´´´´¶¶¶´´´´´´´´øø
´´øøøøøø´´¶¶¶´´¶¶¶¶´´´´´¶¶¶´´´øøøøøø
´´´´øø´´´´´¶¶¶¶¶¶´´´´´´´¶¶¶´´´øø
´´´øø´´´´´´´´´´´´´´´´´ø´´´´´´´´øø
´´´øø´´´´´´´´´ø´´´´´´´´ø´´´´´´´´øø
´´´´øø´´´´´´´øø´´´´´´´´øø´´´´´´´øø
´´´´´øøø´´´´øøø´´´´´´´´ø´ø´´´´´øø
´´´´´´´´øøøø´´ø´´´´´´´´ø´´øøøøøø
´´´´´´´´´´´´´´´øø´´´´øø
´´´´´´´´´´´´´´´´´øøøø
Hoje vim regar as minhas!!!

Rosana Oshiro disse...

oi!
Desculpe é que mudei o nome no orkut ontem...rss
O atual é "Assista Record Japão! sab. as 18hs" kkkkkkkkkk
Propaganda...kkkkkk

beijooo

Dona Sra. Urtigão disse...

Isso!

netuno artes disse...

Oi vizinha,
gostei da postagem, mas fique tranquila, sapos e vagalumes existem em todas as famílias e em todas as partes, não desanime,
bjs netunianos

Humana disse...

Conheces a frase "quanto mais conheço os homens mais gosto dos animais" não é?
Realmente e infelizmente existem histórias assim como esse conto que ilustra tão bem o comportamento de certos humanos!
Beijinhos e que corra tudo pelo melhor.

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Descobri você no blog da minha querida amiga Manuela.
Fantástico!
Um bom final de semana.

©tossan disse...

Estou cheio de sapos por aqui...
Torço para que eles saiam da lama, se ajeitem e vão para outros brejos, se eu dejejar mal, eles vão continuar por aqui. Beijo

Anônimo disse...

Oi amiga, continue sendo Vagalume, ligando-se a todo momento com DEUS, ELE é a fonte de LUZ que nos fará brilhar sempre.

BRILHE MUITO E ESPANTE OS sapos.

Beijos